31°C
80%
Muito nublado com abertas
Pesquisa
TheNews
IAM anuncia resultados das Análises de Rotina de Géneros Alimentícios

O Instituto para Assuntos Municipais (IAM) procede, de forma constante e através do mecanismo de controlo, fiscalização e análise regular, à avaliação dos riscos e higiene dos produtos alimentares colocados à venda no mercado local. No primeiro trimestre do corrente ano, o Departamento de Segurança Alimentar recolheu 741 amostras de vários produtos alimentares para as submeter a análises. Os resultados foram satisfatórios, com uma taxa geral de aprovação de 99,9 por cento.

Para garantir a segurança alimentar dos consumidores, o Departamento de Segurança Alimentar definiu diferentes esquemas de pesquisa de alimentos para géneros alimentícios à venda no mercado, com base nos tipos de alimentos e suas características, incluindo o “Inquérito Alimentar Regular” e o “Inquérito Alimentar dos Estabelecimentos de Comidas e Bebidas”. O âmbito da amostragem inclui supermercados, mercearias, centros comerciais, estabelecimentos de comidas e bebidas, lojas online e lojas “takeaway”, em diferentes bairros locais, e os tipos de alimentos para recolha de amostras incluem alimentos prontos-a-comer, bebidas, óleos, cereais e salgadinhos. No primeiro trimestre de 2019, o Departamento de Segurança Alimentar procedeu a análises químicas, microbiológicas e dos níveis de radiação nas 741 amostras recolhidas, e a taxa geral de aprovação foi de 99,9 por cento.

Das amostras recolhidas no primeiro trimestre, o nível de Staphylococcus aureus numa amostra de pasta de ovo salgada foi superior aos limites prescritos pelas "Orientações sobre Critérios Microbiológicos para Alimentos Prontos a Comer" (GL 009 DSA 2015). O Departamento de Segurança Alimentar deu seguimento imediato ao caso e exigiu ao comerciante em questão que deixasse de vender o lote de produtos alimentares duvidosos. A seguir, rastreou a fonte de origem deste produto e a sua distribuição, emitiu um alerta alimentar e contactou os seus vendedores locais, a grosso e a retalho. Como o importador do produto é de Hong Kong, também notificou as respectivas autoridades de Hong Kong para acompanharem o caso. O Departamento de Segurança Alimentar irá continuar a realizar trabalhos de inspecção de amostragens no mercado, a fim de salvaguardar a segurança alimentar.

No sentido de reforçar a precaução e minimizar os riscos alimentares, o IAM relembra aos operadores do sector que apenas devem adquirir produtos e ingredientes alimentares de fornecedores idóneos, recusando-se terminantemente a vender quaisquer produtos de proveniência desconhecida, e que devem armazenar todos os produtos e colocá-los em exposição de forma adequada. Também é necessário guardar todos os registos de compra e venda, para facilitar, quando necessário, aos departamentos competentes o rastreio da origem dos produtos alimentares de qualidade duvidosa. E, como regra geral, nunca devem comprar nem colocar à venda quaiquer produtos que suscitem a mínima suspeita, em termos de higiene e segurança. Os cidadãos devem adquirir sempre os seus produtos alimentares em estabelecimentos idóneos e com boas condições de higiene. No caso de produtos pré-embalados, devem verificar sempre se a embalagem está intacta e conferir o prazo de validade. Ao comprar alimentos prontos a consumir, é essencial prestar-se atenção ao grau de limpeza dos recipientes e à higiene pessoal dos trabalhadores no atendimento.

Além disso, em Maio e Junho o clima de Macau é muito quente e húmido, o que favorece a proliferação de microrganismos como bactérias, vírus e fungos. Se não forem devidamente armazenados ou manuseados, os alimentos são mais propensos a estragar-se com este tempo. O IAM relembra a importância do armazenamento correcto de alimentos, mantendo-os num ambiente seco e fresco, e evitando a exposição directa à luz do sol. Quanto aos produtos alimentícios pré-embalados, devem ser armazenados de acordo com as instruções referidas nas embalagens. Os alimentos devem ser mantidos sempre no frigorífico para se evitar a deterioração devido à elevada humidade. E, como é difícil verificar as condições de armazenamento e transporte de alimentos vendidos on-line, os consumidores precisam de prestar uma atenção muito especial à natureza deste tipo de alimentos e aos possíveis riscos alimentares envolvidos. Se a embalagem de produtos alimentícios comprados on-line estiver danificada, o sabor for anormal ou se estiverem com sinais de bolor, humedecidos ou apresentarem qualquer outra anormalidade, os consumidores terão que descartá-los de imediato e nunca os consumir.

Para referência do público, o IAM disponibilizou os resultados desta Análise de Rotina dos Géneros Alimentícios no website “Informação sobre Segurança Alimentar” (www.foodsafety.gov.mo) e também na aplicação móvel “Informação sobre Segurança Alimentar”.

IAM anuncia resultados das Análises de Rotina de Géneros Alimentícios
IAM anuncia resultados das Análises de Rotina de Géneros Alimentícios